“Só estou a fazer um elogio crítico”. Ui… que o Pulitzer vem já a caminho.

0
531

Vivendo e aprendendo, já dizia a minha avó. Ou o mesmo será dizer que as mulheres ainda me conseguem surpreender com os seus diálogos. Um elogio vem sempre acompanhado de uma crítica. E como há frases que valem a pena serem guardadas porque nunca se sabe quando se vai ganhar uma Pulitzer vou colecionando os discursos mais emblemáticos. Este parte já com larga vantagem sobre os que por aí virão…

Mas vamos a factos. O discurso cá de casa ao pequeno-almoço, logo a abrir.

Eu: Ei, este fiambre está esquisito. É daqueles sem glúten, ou lá o que é?

Pub

Ela: Hum….

Eu: É ou não?

Ela: Pronto, é. Fogo, que sensível. Consegues detetar sabores que eu própria não consigo descobrir com tanta facilidade.

Eu: … [com cara de caso, pois ela sabe que não é propriamente o sabor que eu aprecio]

Ela: Isto não é uma crítica, é um elogio…

Eu: Hum, hum

Ela: Quer dizer, só estou a fazer um elogio crítico.

E pronto, seja lá o que isto for, estamos conversados.

P.S – Ainda tentei procurar no google alguém que possa ter já sido presenteado com o mesmo mimo. Mas só encontrei elogio e crítica. Há uma grande probabilidade para que eu tenha sido o primeiro ser na Terra a receber um elogio crítico.  Se houver por aí alguém também a fazer elogios críticos, que comunique.

LEAVE A REPLY