O flagelo da bota descalça

Pode um dia acontecer a qualquer um de vocês. Acreditem!

0
2498

Há umas boas semanas um amigo da “família do coração” (foi assim baptizado o meu grupo mais antigo de amigos) questionou-me se eu tinha dificuldade em calçar a Bebecas de manhã. Eu feito pai valentão respondi logo que nunca tinha tido tais dificuldades. Que tinha corrido sempre tudo na perfeição, e que a Bebecas é cinco estrelas de manhã, e que não dava trabalho nenhum.

Mal eu sabia que estava por dias para conhecer aquele que pode ser um dos maiores flagelos dos pais que têm a terefa de vestirem os filhos de manhã e de as levar à creche: o flagelo da bota descalça. Sem que que eu estivesse à espera houve uma manhã que a Bebebas que se portou bem quando coloquei a bota direita, não deixou de todo colocar a bota esquerda. Fazia um movimento brusco cada vez que eu tentava colocar. Ainda estive à volta daquela bota durante para aí uns dez minutos. Tive de desistir. E de maneiras que ela foi assim para a creche…

Pub

Tive cinco minutos, que é a duração do percurso de carro entre a minha casa e a creche da Bebecas, para escolher a melhor desculpa que pudesse encontrar de maneira a justificar à educadora o porquê da Bebecas aparecer daquela forma.

Optei pelo mais fácil… “Olhe, foi ela que tirou durante a viagem. Já sabe fazer muitas coisa. E agora só se entretém com a botas”, disse. Eu sei, podem chicotear-me à vontade, eu mereço… Mas a minha imaginação não deu para mais. A situação repetiu-se no dia seguinte, e… no outro. Até que encontrei uma solução temporária: calcei umas outras botas um ou dois tamanhos acima dos pés da Bebecas. É a vida…

Entretanto, nestes dias decidi também gravar as conversas produtivas que eu a Bebecas temos de manhã. Saiem daqui grandes decisões para mudar o Mundo…

Pais deste mundo. Eu sei que este post vai ajudar-vos a sentirem que não estão sozinhos. Não têm nada que agradecer… #juntossomosmaisfortes

ohomemdecaxemira

LEAVE A REPLY