Um ano de vida, a idade do Ol(h)á!

0
1131

A primeira palavra que a Bebecas disse foi Papá, e a segunda mamã. Eu não tenho qualquer tipo de dúvidas. Já a M. vai negar até à exaustão e justificar-se que quando ela dizia Papá era sem intenção, e só quando começou a dizer Mãmã é que a intenção veio ao de cima.  Mas a palavra que tem dito mais vezes é Olá… ou melhor “Olhá!”. Se tiver que definir a fase do primeiro ano de idade diria que é a idade do “Olá!”. 

É Olá para tudo. Ainda hoje na luta do dia-a-dia de vestir a criatura – ela vira-se para um lado, eu contrario para o outro, e ela agarra-se a tudo o que aparece à mão -, acabou por deitar o pequeno balde do lixo, que está agarrado ao trocador, ao chão. Reação: a Bebecas chega-se para a borda do trocador olhou para o chão, avistou o balde, fez uma pausa, e soltou um “Olhá!”. Como se o caixote fosse responder… Não satisfeita com a falta de resposta voltou a insistir: “Olháa!”.

O “olhá” também já serve também como bom dia. Na última semana a cena que se segue repetiu-se várias vezes.

Pub

05.00H da matina. Bebecas acorda. Começa a choramingar baixinho. Ninguém lhe liga nenhuma, e o choro começa a notar-se nuns decibéis mais altos… até à histeria total.

A M. acorda (sim a Bebecas ainda dorme na nossa cama, mas do lado da mãe), e com a paciência ainda reduzida lá tentar controlar a fera.

M. –  Oh Bebecas ainda é hora de dormir. Vá lá, dorme um bocadinho…

Bebecas – Olhá! (e solta uma gargalhada)

Depois parece que também se vislumbra ali uma verdadeira relações públicas. A Bebecas farta-se de fazer novos amigos nos shopping’s e restaurantes. Sempre que vai ao nosso colo, a Bebecas tem a tendência a levantar a cabeça para ver o que se está a passar atrás de nós (curiosa passou a ser o nome do meio dela). E quando vê pessoas a única reação que ela tem é… dizer “olhá”. E não se cansa de repetir o cumprimento. Dura até as pessoas desaparecerem da sua vista. E assim se fazem novos amigos…

ohomemdecaxemira

LEAVE A REPLY