Para o teu bem Marco, não vás para o FC Porto

Por momentos esqueci-me de como era a realidade da imprensa desportiva. Ontem, durante muitas horas todos os orgãos de comunicação social noticiaram que o Marco Silva estaria em Portugal, mais concretamente no FC Porto a acertar os últimos detalhes do seu contrato com os dragões.

Ali para o meio da tarde lá veio o Record dizer ah, e tal, desculpem lá qualquer coisinha mas afinal o Marco Silva está na Suiça num evento organizado por uma marca de relógios. Bem sabemos que a Suiça tem uma grande comunidade portuguesa, mas não é Portugal.

Mas bem, adiante. Hoje será o dia que Marco Silva decidirá tudo o seu futuro. E eu não sei bem quem quer mais o Marco Silva no nosso país. Se o FC Porto ou a comunicação social. Eu tenho para mim que o Marquinho vai ficar em Inglaterra. É nisso que quero acreditar. O mais certo é mais logo à noite esta minha teoria e o meu desejo cair por terra, até porque a TVI até já avançou com o príncipio de acordo, mas a esperança é a última a morrer.

Marco Silva depois de ter sido (mal) despedido do Sporting (venceu a Taça de Portugal, e mesmo assim levou um chuto no rabo) fez a sua travessia solitária e sem holofotes. Ao ter pegado no Hull City que já estava mais do que condenado, e fazer dourar a pílula por mais umas jornadas, e fazer acreditar que o milagre seria possível, colocou as cabeças dos ingleses à andar a roda, e tornou-se num mini ídolo.

Ele deveria aceitar a proposta do Watford, ou de outros clubes que entretanto demonstrarem interesse, de maneira a continuar na liga inglesa. Se com uma equipa modesta conseguisse o acesso às competições europeias seria mais um passo de gigante na sua carreira, e quiçá dentro de duas ou três épocas poderá estar a lutar pelo título de campeão inglês.

A par disto tudo, tenho o Marco Silva como um gajo inteligente, e, conhecendo o futebol português como ele conhece, acredito que  não quererá vir enfiar-se num clube onde ninguém da administração se entende, mais parecendo um saco de gatos, e onde há a evidência de que as contratações de jogadores para o FC Porto servem mais para servirem os interesses de alguns intermediários do que propriamente o clube. Para não falar que vão exigir o título de imediato.

Meu caro Marco, como gosto de ti, mesmo sendo benfiquista, aconselho-te a só aceitares o convite caso tenhas tempo para montar uma equipa a duas ou mais épocas. Porque sabes tão bem como eu que a próxima época o campeonato vai voltar a ser nosso – O Benfica vai ser pentacampeão, caralho – e tu vais voltar a perder o capital que neste momento tens, e voltar novamente quase à estaca zero. E eu não quero que o meu Benfica te sujeite a essa humilhação. Tu és um gajo porreiro e não mereces. E na verdade, verdadinha, eu quero que depois do Rui Vitória sair tu sejas o nosso treinador. Por isso, para o teu bem Marco, não vás para o Fc Porto.

Este é um conselho de um… Tetracampeão.


ohomemdecaxemira

Follow: