Coisas que me passam pela cabeça #2

À medida que os recém-nascidos vão crescendo, vão também desenvolvendo uma panóplia de sons, sempre associado ao choro e às birras, claro está. Nestes últimos dias tenho dado por mim a pensar no que me faz lembrar a minha filha em várias situações. Há alturas que parece que tenho vários animais de estimação em casa, mesmo não tendo nenhum.

“Auhh, Auuhh” foi Um dos primeiros sons que ouvi. Era muito  parecido com um gato…  Fiquei a saber que este som é associado às alturas em que os bebés têm sono.  Deve ser deve. Se ela tivesse realmente dormia. Só que ela, adivinhem… não dorme na maioria das vezes.

O som que se seguiu foi um “Ehg,Ehg,Ehg”. Imaginem os sons dos golfinhos, que é basicamente igual. Pelo menos é aquilo que eu imagino. É que o som é mesmo igual. Este também já descobri que pode ser quando a bebé está com vontade de arrotar. Outra dificuldade cá em casa. Desde que a menina veio ao mundo, que ainda não aprendeu a sincronização do arroto.

Mais recentemente surgiram mais dois sons. Um que é assim meio que um queixume para o repetido, que mais parece o som do sinal de marcha atrás de uma carrinha. Tipo um pê-pê-pê… Mas o mais engraçado mesmo é que descobri que tenho uma mini Jackie Chan (para quem não conheces é um ator com atributos de Karaté). Agora, há choros que ela prolonga os últimos sons, fazendo inveja a muitos praticantes de karaté.. Fica mais ou menos assim: muah, muah, muah, muahhhhhhh.


ohomemdecaxemira

Follow: